(11) 96358-9727

 

1958 1990 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

 

 Arca do Barata Cinematec'A Barata Contos Crônicas  Entrevistas  Facebookianas  Fal'A Barata! Livrari'A Barata  Micrônic'As Baratas


ESPERANDO PAPAI NOEL
Barata Cichetto
Ao contrário da idéia que muita gente tem a meu respeito - a Internet propicia que a imaginação das pessoas crie asas longas -, A Barata, no quesito financeiro significa: despesas. Despesas que nem sempre tenho como bancar.

Quando criei A Barata, em Abril de 1998, a situação da Internet, e a minha, eram totalmente diferentes. Criei inicialmente um projeto simples com a intenção de apenas publicar minhas artes - poesias, contos, crônicas etc., A hospedagem era em uma empresa americana de hospedagem gratuita de sites. Não existiam ainda blogs, Orkut e ter um site era uma tarefa inglória e penosa.

Com o passar dos anos, a situação foi melhorando em alguns aspectos e piorando em outros. A Barata foi crescendo e as mudanças na Internet, com o surgimento de empresas de hospedagem brasileiras, mas com sérias limitações, fez com que eu fosse praticamente obrigado a criar um domínio próprio e uma obrigatória conta de hospedagem, o que representou necessariamente custo. Um custo que foi crescendo em função do crescimento do numero de páginas e acessos.

Crescia também o número de autores publicados, mas fazendo que crescesse mais ainda meu trabalho. Desde o começo, sempre fiz tudo sozinho, não porque desejasse, mas porque simplesmente não aconteceram, digamos, ofertas de trabalho voluntário. Então, com exceção do apoio em alguns momentos de João Kraciunas na programação do banco de dados, nenhuma ajuda.

No começo, uma conexão discada e um bloco de notas eram suficientes para atualizar o site, mas com o crescimento das necessidades começaram a ser necessárias além das ferramentas de criação, banda larga, telefones etc. Custos, custos, custos... Além disso, das poucas horas dedicadas à atualização, passaram a ser usadas mais e mais horas, até chegar à situação atual que, se quiser um site atualizado, tenho que me dedicar a ele em período integral.

Ai chego à afirmação do primeiro parágrafo: muita gente acredita que A Barata gera a mim prestígio, sexo e uma boa quantidade de grana. O prestígio é relativo, mas as duas últimas coisas são folclore alimentado por cabeças ocas, que também serve para se eximir de qualquer "responsabilidade". Um pensamento cômodo que causa o seguinte efeito: "Ah, o Barata tem grana, come todo mundo, então não precisa de ajuda, não! Ademais tem dois anunciantes, o Sempre Vinil e o Marcio Baraldi."

Sim, tenho esses dois amigos que sempre tem uma participação comercial, mas que, muito longe do necessário, apenas ameniza, mas não resolve a questão básica das básicas: pagamento da conta de hospedagem e da banda larga, matérias primas essenciais. Só ai o custo chega a quase R$ 200,00 ao mês.

Como eu disse no começo, a situação da Internet e a minha eram diferentes no inicio de A Barata. Sim, naquela época eu tinha um emprego formal e as despesas de A Barata eram mínimas. Atualmente, como a mais de cinco anos não consegui mais empregos formais e passei a arrancar leite de pedra para conseguir pagar as despesas. Isso acabou por gerar situações muito incomodas até mesmo no nível familiar. Quem leu "O Feijão e o Sonho" entende melhor o que estou falando. E quem leu "A Metamorfose", mais ainda.

Tenho observado muitos blogs de "download" de MP3 solicitarem e ser atendidos em pedidos de doação, o mesmo acontecendo com a horrenda Wikipedia. O interessante ai é o fato de que as pessoas se sentem tocadas a colaborar com pessoas que lhes oferecem downloads de músicas, mas não se sentem tocadas a colaborar com um site, no caso A Barata, que lhes oferece download de cultura em forma de literatura. Qual é a diferença? Ah, baixar um CD do Led Zeppelin... Led é Led né?, É uma coisa, mas ler as poesias e textos do Barata é outra... É, pode ser, mas então porque tanta gente copia e cola as poesias e textos do Barata em centenas de blogs? E nem essas pessoas se dignam a fazer qualquer colaboração... Quanto a Wiki, é uma estória deveras estranha...

Inúmeras vezes pensei em desistir, jogar a toalha... Mas seria o mesmo que abandonar um filho, jogar na sarjeta, matar. Durante onze anos, algumas pessoas colaboraram com alguma ajuda financeira, mesmo assim, esporádicas. Sempre fui honesto em minhas opiniões criticas e em meus poemas, crônicas etc. E principalmente em minhas atitudes "offline". Sempre fiz questão da independência e principalmente não transformar um site numa árvore de Natal de ofertas, links para lojas, essas coisas.

Ajude A Barata: Um Portal de Idéias e Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade. E Liberdade só se consegue com Independência!

Então, de que forma poderás estar ajudando A Barata a sobreviver:

- Doação de qualquer valor na conta abaixo indicada (a conta é em nome de meu pai, pois minha falência pessoal chegou a ponto de não poder abrir conta em bancos)

- Anunciar sua loja de CDs, Editora, Livraria, revista etc., etc., etc.,

- Oferecer um trabalho digno e de remuneração compatível ao cidadão que atende por Barata Cichetto.

Dados da Conta:
Banco Bradesco
Januário Cichetto
Conta Poupança
Agência: 2750
Conta: 1007528-9

6/12/2009
Registro no E.D.A. da F.B.N. : 513.628 - Livro 973 - Livro 474

"O Amor é a Compensação da Morte"
“Blowin In The Wind” ou: O Destino do Planeta Por Um Fio
11 de Setembro – Parte 1
11 de Setembro – Parte 2
111
154 Vidas de Terceiro Mundistas São o Preço de 5 Vidas Imperialistas
1984 é Hoje
1990 - Projeto Salvaterra
1º. Manifesto d'As Baratas
2107 - Uma Reflexão Sobre Representação da Realidade
A Aldeia de Adoniran
A Chave da Liberdade
A Classe dos Idiotas
A Droga do Amor
A Esperança é Uma Cadela Manca
A Fábula do Pequeno Pinto Amarelo, da Grande Cadela Branca e da Pequena Gata Cor-de-Rosa (Ou: Uma História de Merda)
A Grande Teia
A Injeção de Bíblia do Puxa-Saco
A Liberdade Tem Gosto de Cynar
A Língua do P
A Nojenta Arte de Enganar Qualquer Um
A Pequena História de Um Príncipe Desencantado e da Pequena Princesa
A Queda da Bastilha
A Síndrome da Assepsia
A Superioridade dos Artistas
A Verdade Não Exótica Sobre CDs de Vinil
A Volta dos Vampiros
Abaixa o Som, Porra!
Abortando a Folha de São Paulo
Acabou a Festa do Latino
Acorde!!!!
Acordo de Cavalheiros
Ainda a Vontade de Morrer
Alô! Terezinha!!!!!!!! Vai Para o Inferno Ou Não Vai?????
Alucinação
Amor? Nem de Mãe!
Ande na Linha!
Aos Pedaços...
Apenas Baratas
As Mulheres Que Eu Comi
Autobiografia Não Autorizada de Luiz Carlos Cichetto
Auto-Entrevista
Barata no Radar Cultura, com a Banda Pedra
Barata Tonta é a Mãe!
BBB - Big Brother Barata - 1ª Parte
BBB - Big Brother Barata - 2ª Parte
BBB - Big Brother Barata - 3ª Parte
Born In 1958
Brasileirinho
Cabeça de Barata
  Mais Crônicas >

1958 1990 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018

CONHEÇA NOSSOS PARCEIROS

 


(11) 96358-9727

A Barata - O Site

A Barata Ao Vivo

Amigos & Livros

A Arca do Barata

Arquivos Abertos

Artesanato

As Faces d'O Corvo
Augusto dos Anjos

Ataraxia

Barata Cichetto, Quem É?

Barata Rocker

Biografi'As Baratas

Camisetas

Cinematec'A Barata

Coletâneas de Rock

Colunas Antigas
Conte Comigo, Conte Pra Mim
Contos d'A Barata
Convergências
Crom

Crônic'As Baratas

Depoimentos

Des-Aforismos Poéticos Baratianos

Discoteca d'A Barata

Download Free

Ensaios Musicais

Entrevist'As Baratas

Eventos

Facebookianas
Fal'A Barata!
Fotos
Gatos & Alfaces
Kakerlak Doppelgänger
Livrari'A Barata
Livros
Madame X
Memória A Barata
Micrônic'As Baratas

Na Mídia

O Anjo Venusanal
Pinturas
Pi Ao Quadrado

Poesi'a Barata

Ponto de Fuga
Pornomatopéias
PQP - Puta Que Pariu
Projeto Sangue de Barata
Psychotic Eyes
Renato Pop
Resenhas

Retratos e Caricaturas

Revist'A Barata Digital

Revist'A Barata

Seren Goch: 2332

Sub-Versões

Tublues

Versus

Videos

Vitória

Webradio

Todos os textos, exceto quando indicados, são de autoria de Luiz Carlos Giraçol Cichetto, nome literário Barata Cichetto, e foram registrados na Fundação Biblioteca Nacional. Não é permitida a publicação em nenhum meio de comunicação sem a prévia autorização do autor, bem como o uso das marcas "A Barata" e "Liberdade de Expressão e Expressão de Liberdade". Lei de Direitos Autorais: 9610/98.

 On Line

Política de Privacidade

Free counter users online